Fórmula E e UNICEF: colocando as crianças na vanguarda da ação climática

UNICEF

A Fórmula E foi para a COP27 em novembro. Junto com nosso parceiro beneficente UNICEF, destacamos a crescente importância do Fundo Ambiental Seguro e Saudável, que está ajudando a proteger e capacitar crianças e jovens (OU gerações futuras) contra os perigos das mudanças climáticas.

Falando na COP27, Gautam Narasimhan, líder global de clima, energia e meio ambiente da UNICEF, disse: “Um bilhão de crianças já correm alto risco devido às mudanças climáticas. Uma geração crescerá em um mundo muito mais perigoso e incerto como resultado das mudanças climáticas e da degradação do ambiente.

“Como a primeira organização esportiva global a apoiar os programas climáticos do UNICEF, a Fórmula E continua nos ajudando a aumentar a conscientização e os fundos vitais para crianças em todo o mundo. Juntos, estamos promovendo um futuro melhor para cada criança e estamos no caminho certo para ajudar três milhões de crianças em todo o mundo a viver em um ambiente mais seguro e limpo até o final de 2023.”

LEIA MAIS: A Fórmula E e o UNICEF

Julia Palle, diretora de sustentabilidade da Fórmula E, esteve presente na COP27, com o campeonato como a única representante do mundo do esporte a participar da conversa na maior reunião política do mundo que visa diretamente enfrentar a crise climática.

“Já se passou um pouco mais de um ano desde que a Fórmula E e o UNICEF começaram a trabalhar juntos em torno do Fundo Ambiental Seguro e Saudável, que inclui todo o trabalho relacionado ao clima do UNICEF agrupado em um fundo em nível global e internacional”, disse Palle.

“É claro que, com a Fórmula E fundada como um esporte com o objetivo de promover a eletrificação em nossas ruas, decidimos fazer parceria com o UNICEF por esse mesmo motivo. As crianças são as menos responsáveis pelas mudanças climáticas, mas serão as mais afetadas por elas. Portanto, a parceria realmente visa capacitar as crianças, educá-las, garantir que elas entendam como podem fazer lobby e se tornarem realmente agentes de mudança em suas comunidades locais.

LEIA MAIS: Fórmula E lidera o esporte na COP27

“Acabei de voltar de uma visita programática ao México, onde vi crianças em comunidades delicadas e tive a chance de conhecê-las e ver os benefícios que elas obterão de um sistema que lhes fornecerá água limpa, segura e potável.

“As crianças devem estar no centro de todas as políticas climáticas e, na COP27, foi muito importante para mim levar isso adiante e realmente garantir que, para os tomadores de decisão e também para nossos principais atores no campo e na indústria, garantissemos que é isso que estamos fazendo.”